8. feb, 2021

08 Fevereiro - João Salgado

Hoje em Aimorés (MG) em 1944 nascia o fotógrafo Sebastião Ribeiro Salgado Júnior.
É internacionalmente reconhecido e recebeu praticamente todos os principais prêmios de fotografia do mundo como reconhecimento por seu trabalho.
Obras principais:: “Outras Américas”, sobre os pobres na América Latina, publicado em 1986. 
Sahel: O

Hoje em Aimorés (MG) em 1944 nascia o fotógrafo Sebastião Ribeiro Salgado Júnior.
É internacionalmente reconhecido e recebeu praticamente todos os principais prêmios de fotografia do mundo como reconhecimento por seu trabalho.
Obras principais:: “Outras Américas”, sobre os pobres na América Latina, publicado em 1986.
Sahel: O "Homem em Pânico", viagem de doze meses com a organização não governamental Médicos sem Fronteiras cobrindo a seca no Norte da África.
"Trabalhadores rurais", um feito monumental que confirmou sua reputação como foto documentarista de primeira linha.
“Êxodos e Retratos de Crianças do Êxodo”, sobre o fenômeno global de desalojamento em massa de pessoas.
Ao longo dos anos, tem contribuído com organizações humanitárias incluindo o Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF), o Alto Comissariado das Nações Unidas para os Refugiados, (ACNUR), a Organização Mundial da Saúde (OMS), a ONG Médicos sem Fronteiras e a Anistia Internacional. Com sua esposa, Lélia Wanick Salgado, apoia atualmente um projeto de reflorestamento e revitalização comunitária em Minas Gerais.

Seguimi:
eddytur.simplesite.com
instagram/eddyiguazu/
facebook/Eddybedendo/
youtube/EdegliEinardBedendo

Commenti

Lenister Bedendo Duarte

08.02.2021 20:54

Que lindo, este é um brasileiro que nos causa admiração e exemplos.

Ultimi commenti

27.10 | 04:57

Muito bem lembrado! São muitas as implicações e as análises possíveis de interpretação. Aqui no blog, onde se trata de arte e não de psicanalise ou ética, eu me limito à descrição artistica do mito.

27.10 | 03:33

Eddy, na Grécia Antiga, uma humilhação devia ser retribuída, aquele que não o fazia passava por dupla vergonha, a desonra sofrida e a covardia por não cobrar vingança; em Medéia a questão é ética.

06.10 | 06:35

Sono ansioso di conoscere le due performance.

28.09 | 11:33

👏👏👏

Condividi questa pagina